Guia sobre o uso de máscara para viagens aéreas

À medida que as viagens globais começam a se recuperar da pandemia de coronavírus (COVID-19), as normas e regras do setor vão mudando significativamente. Desde medidas de distanciamento social nos aeroportos, até requisitos de quarentena em determinados destinos, há muitas novas regras de viagem que vão nos acompanhar.

O Coronavírus trouxe uma nova regra para as viagens aéreas: a obrigação de usar uma máscara facial durante o voo, tanto para os passageiros quanto para os funcionários das companhias aéreas. O que os viajantes precisam saber? Reunimos todas as informações necessárias sobre o uso de máscara para viajar de avião, como usá-las e onde comprar a sua.

Quais são as regras sobre o uso de máscaras para viagens aéreas?

 

As companhias aéreas estão adotando as suas próprias regras, com diferentes orientações e níveis de controle. Portanto, o melhor é verificar com a companhia aérea contratada antes da data planejada de viagem.

 

Em geral, muitas companhias aéreas estão incentivando os viajantes a usarem máscaras ou algum tipo de proteção por toda a duração da viagem até o final do mês de agosto, pelo menos. De fato, o uso de máscara é obrigatório para a maioria das companhias aéreas, sejam elas nacionais, como LatamGol e Azul, ou internacionais como American AirlinesAir FranceKLM e Lufthansa. Algumas linhas aéreas têm regras mais específicas. A British Airways, por exemplo, pede aos passageiros que troquem suas máscaras por uma nova a cada 3-4 horas e a Qatar Airways exige que a tripulação use equipamentos de proteção para todo o corpo.

 

Muitas companhias aéreas tradicionais vão oferecer máscaras se você precisar de uma. Algumas delas, como a Emirates, estão inclusive entregando kits de higiene individuais para todos a bordo – com direito a máscaras, luvas, toalhinhas antibacterianas e álcool em gel. Mais modesta, a Azul tem à disposição dos passageiros álcool em gel e lenços desinfetantes. No entanto, algumas companhias aéreas de baixo custo, como a easyJet e a Ryanair, exigem máscaras para viajar mas não as oferecem.

 

Você pode tirar a máscara para comer e beber enquanto estiver viajando, mas deve priorizar a higiene das mãos e manter o distanciamento social ao fazê-lo. Observe que algumas companhias aéreas de baixo custo suspenderam completamente o serviço de alimentação, como a easyJet. Outras, como a Gol, servem apenas lanches em embalagens industrializadas e devidamente higienizadas. Verifique com antecedência se você precisará trazer seu próprio lanche.

 

Por que eu devo usar uma máscara para viajar de avião?

 

Usar uma máscara facial é uma das várias maneiras com as quais os viajantes podem ajudar a limitar a propagação do coronavírus (COVID-19), de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). As evidências mostram que o novo coronavírus é primariamente uma doença transmitida pelas vias respiratórias; portanto, usar uma máscara sobre a boca e o nariz pode ajudar a reduzir o risco de transmissão de pessoa para pessoa. É importante usar uma máscara para viajar, porque muitas vezes você estará próximo de outros viajantes, e as máscaras podem ajudar a criar uma barreira entre você e os germes de outro passageiro. Uma máscara, juntamente com outras medidas preventivas – como distanciamento seguro e boa higiene das mãos – pode ajudar a proteger os viajantes da propagação de coronavírus.

 

Quando tenho que usar uma máscara ao viajar?

 

Tenho que usar máscara para chegar e sair do aeroporto?

 

Onde quer que você esteja no mundo, é quase certo que você precisará usar uma máscara durante a sua viagem de avião. Mas é altamente provável que você também precise usar uma máscara em sua locomoção do e para o aeroporto.

 

Agora é obrigatório usar máscara em todos os transportes públicos na maioria dos países europeus, incluindo Reino Unido, Espanha e França. Passageiros que não respeitarem a medida correm o risco de sofrer multas. As máscaras também são obrigatórias em muitos serviços de compartilhamento de viagens, como Uber, 99 e Cabify.

 

No Brasil, está tramitando o Projeto de Lei (PL) 1562/2020, que obriga o uso de máscaras em locais públicos ou privados que sejam acessíveis ao público, incluindo o sistema de transporte, em todo o país. Em alguns estados, como Rio de Janeiro e São Paulo, decretos locais já estabelecem essa obrigatoriedade.

 

Para mais informações, entre em contato com os sites do departamento de saúde local das cidades para as quais você está viajando ou consulte os conselhos de viagem do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) ou do Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores, para obter orientações específicas sobre o destino.

 

Em que lugares do aeroporto preciso usar máscara?

 

As regras variam de um aeroporto para o outro, mas no geral as máscaras devem ser usadas a partir do check-in. A Infraero determina “o uso de máscara por passageiros e pessoas em circulação nas áreas públicas do aeroporto, bem como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) por empregados da Infraero ou outras pessoas que trabalhem nos aeroportos da empresa”.

 

Aeroportos administrados por concessionárias privadas, como o Rio Galeão, o Aeroporto de Brasília ou o GRU Airport (Guarulhos), não têm uma diretriz específica, mas também seguem as recomendações da Anvisa e recomendam o seu uso.

 

Uma vez feito o check-in, geralmente é pedido aos passageiros que mantenham a máscara durante toda a viagem, desde o embarque e o voo até o desembarque no final da viagem.

 

Verifique os sites dos aeroportos de partida e chegada, além da companhia aérea escolhida, e tenha sempre a máscara à mão, caso precise colocá-la. Melhor prevenir do que remediar: procure usar a máscara sempre que possível.

O que devo considerar ao escolher uma máscara para viajar?

 

Máscaras descartáveis ou reutilizáveis: qual é melhor?

 

Uma proteção quase total contra infecções respiratórias só pode ser proporcionada pelas máscaras de proteção respiratória modelo N95, normalmente usadas pelos profissionais de saúde – especialistas defendem que uma pessoa comum não precisa de uma máscara de grau cirúrgico no seu dia a dia. Essas máscaras são essenciais para profissionais da saúde e o seu número é limitado, portanto, quem não está na linha de frente da pandemia do coronavírus deveria usar ou máscaras descartáveis ou máscaras de pano laváveis e reutilizáveis.

 

Evidências sugerem que os dois tipos de máscaras faciais protegem outras pessoas caso você esteja portando o vírus. Isso quer dizer que se uma pessoa infectada espirra em um avião, o risco de transmissão é muito menor ao espirrar em uma máscara facial do que no ar. Pesquisas sugerem que o uso de máscara pode reduzir a transmissão em até 79%. No entanto, alguns materiais podem conter melhor as partículas de vírus do que outros; portanto, tenha isso em mente ao adquirir uma máscara de pano.

 

Lembre-se de que, se você for usá-la por um longo período, a máscara de pano deve ser confortável e respirável. Uma máscara 100% de algodão deve quebrar o galho; por praticidade, pode ser bom garantir uma que dê para lavar na máquina.

 

Também existe um incentivo ambiental para a compra de máscaras de pano. Pesquisas realizadas na University College London mostram que, se todas as pessoas no Reino Unido usassem uma máscara de uso único por dia durante um ano, seriam criadas 66.000 toneladas extras de resíduos plásticos contaminados. Investir em máscaras reutilizáveis reduz drasticamente o impacto sobre os resíduos plásticos e as mudanças climáticas.

 

Como saber a eficácia de uma máscara?

 

A eficácia do uso da máscara, com a exceção das máscaras cirúrgicas, ainda está sendo pesquisada. Embora as máscaras não-cirúrgicas não possam protegê-lo totalmente da inalação de partículas virais, o CDC sugere que qualquer cobertura, até um cachecol, é melhor que nenhuma. O consenso geral é que, quanto mais ajustada for a máscara, mais eficaz ela será.

 

Uma máscara descartável pode bloquear as gotas de umidade, mas como os lados não estão completamente fechados, ainda existe o risco de inalar o vírus. O mesmo vale para uma máscara de pano – sem contar que as máscaras feitas em casa levam diferentes materiais, capazes de remover diferentes níveis de vírus e bactérias. Um estudo norte-americano os comparou e descobriu que boas opções incluem várias camadas de material e algodão denso.

 

Quando você compra máscaras do tipo não cirúrgico, a eficácia delas será listada em sua descrição, bem como a porcentagem de partículas que se espera que elas bloqueiem. Portanto, sempre leia bem e compare as letras pequenas.

 

Onde comprar uma máscara?

 

Máscaras descartáveis podem ser encontradas em farmácias e supermercados locais. Porém, como o uso de máscaras pode vir a se tornar uma norma no futuro próximo, muitos consumidores já estão recorrendo ao mercado online para comprar máscaras de tecido reutilizáveis e laváveis à máquina.

 

Vendedores online em sites como Amazon, Submarino e Lojas Americanas podem ser um bom ponto de partida. Vários estilistas e marcas também já criaram a sua versão das máscaras não cirúrgicas. E além de comprar, você também pode fazer uma boa ação! Muitas lojas estão oferecendo, na compra desses produtos, doações para profissionais da saúde ou mesmo uma parte do lucro para hospitais e outras instituições de caridade.

 

Como usar a máscara?

 

Se você precisa usar uma máscara facial, é importante garantir que você a use corretamente, seguindo as orientações sobre como colocá-las, tirá-las e, no caso das máscaras reutilizáveis, como usá-las novamente com segurança. A OMS oferece diretrizes detalhadas (em inglês) e vídeos instrutivos fáceis de entender, para que você possa ver exatamente como usar uma máscara facial.

 

Como colocar a máscara?

 

Uma máscara facial deve cobrir totalmente o nariz e a boca, mas você ainda deve poder respirar confortavelmente sem obstruções.

 

  1. Para começar, lave as mãos ou use um gel higienizador para as mãos. A OMS recomenda esfregar as mãos com o produto por 20 a 30 segundos ou lavá-las com água e sabão por 40 a 60 segundos.
  2. Em seguida, verifique se a sua máscara está limpa e sem danos. Se você já usou sua máscara, deve lavá-la antes de usar novamente. Se você estiver usando máscaras descartáveis, lembre que elas são de uso único e devem ser substituídas a cada novo uso.
  3. Coloque a máscara, prendendo os laços atrás de cada orelha ou atrás da cabeça, dependendo do tipo de máscara. A máscara deve cobrir o nariz e a boca e encaixar confortavelmente no queixo, sem espaços abertos nas laterais.
  4. Para máscaras médicas descartáveis, a peça de metal flexível deve estar sobre o nariz, com o lado branco da máscara voltado para a boca e o lado azul, para o exterior. Ajuste a parte de metal no nariz para que ela se adapte ao formato do seu nariz.
  5. Evite tocar na máscara facial quando a estiver usando.
  6. Se sua máscara estiver suja ou molhada, substitua-a por uma nova.

 

Como testar a máscara para máxima proteção?

 

Para garantir a proteção da sua máscara ao viajar, confira se ela cobre totalmente o nariz, a boca e o queixo e se encaixa bem atrás das orelhas ou atrás da cabeça. Não deve haver aberturas nas laterais da sua máscara. A OMS recomenda que, se houver lacunas, a máscara não será eficaz para impedir que gotículas respiratórias cheguem até você ou transmitam de você para outras pessoas. Se a sua máscara não estiver bem encaixada, o ideal é não usá-la e procurar uma máscara ou outro tipo de cobertura que se ajuste melhor.

 

Como remover a máscara com segurança?

 

Assim como ao colocar uma máscara facial, você também deve ter cuidado ao remover a máscara para evitar possíveis contaminações.

 

  1. Lave as mãos ou use um gel desinfetante para as mãos primeiro, exatamente como você fez para colocar a máscara.
  2. Sem tocar na frente da máscara, remova-a pelos laços atrás das orelhas ou da cabeça, afastando-a do rosto. Continue segurando-a pelas presilhas.
  3. Para máscaras médicas de uso único, você deve descartá-las imediatamente após o uso, de preferência em uma lixeira que possa fechar a tampa.
  4. Para máscaras de tecido, coloque as máscaras usadas em um saco plástico até poder lavá-la, segurando-as apenas pelas tiras. Durante a lavagem, use água quente com detergente.

 

Posso usar minha máscara mais de uma vez?

 

Você não deve usar sua máscara mais de uma vez. Uma máscara de tecido reutilizável, no entanto, pode ser usada novamente se você a lavar após cada uso, idealmente em água quente (60º C) com detergente.

 

Máscaras descartáveis nunca devem ser utilizadas mais de uma vez. Sempre descarte-as adequadamente após cada uso.

 

Com que frequência devo lavar a minha máscara?

 

Você deve lavar sua máscara de tecido reutilizável depois de cada uso. Por exemplo, se você passou o dia inteiro com a máscara, planeje lavá-la quando chegar em casa antes de usá-la novamente no dia seguinte. A OMS recomenda que você lave sua máscara de tecido em água quente com detergente para garantir sua limpeza e usá-la novamente com segurança. É melhor ter duas ou três máscaras em rotação para não correr o risco de ficar sem entre as lavagens.

 

Como descartar a máscara com segurança?

 

A OMS recomenda que, ao jogar fora máscaras descartáveis, primeiro você deve lavar ou desinfetar as mãos com um gel à base de álcool. Em seguida, remova as tiras de trás das orelhas ou da cabeça sem tocar na parte frontal da máscara e, segurando-as, descarte a máscara em uma lixeira – idealmente com uma tampa.

 

Quais são outras medidas para se proteger no aeroporto e durante o voo?

 

Existem várias medidas práticas que você pode fazer. Lave as mãos regularmente (com água e sabão ou um gel à base de álcool), evite tocar nos olhos, nariz e boca e fique a pelo menos dois metros de alguém que esteja tossindo ou espirrando. Você também deve levar sua própria de comida e bebida, sempre que possível, incluindo uma garrafa recarregável de água.

 

OMS oferece diretrizes detalhadas (em inglês) sobre como reduzir o risco de transmissão e infecção em locais públicos. Recomendamos que, enquanto o novo coronavírus continuar sendo uma ameaça, essas orientações sejam seguidas quando você estiver em qualquer espaço público.

 

De maneira geral, o uso de uma máscara para viajar não garante que você esteja protegido contra o novo coronavírus ou qualquer outra doença respiratória. Mas pesquisas mostram que elas podem reduzir significativamente a transmissão do vírus, especialmente se forem lavadas regularmente, se estiverem bem ajustadas no rosto e aliadas a uma boa higiene das mãos e outras precauções, como o distanciamento social.

 

“Usar uma cobertura para o rosto é uma precaução adicional que pode reduzir a probabilidade de uma pessoa com infecção transmitir a outras”, diz o professor Chris Whitty, diretor médico da Inglaterra.

 

“O meio mais eficaz de impedir a propagação deste vírus continua a ser distanciamento social e lavar as mãos regularmente. Isso não elimina a necessidade de se auto-isolar se você tiver sintomas”.

 

A OMS atualizou suas diretrizes em 5 de junho para recomendar aos governos que solicitem a todos o uso de máscaras em áreas públicas, e as mesmas diretrizes se aplicam ao seu comportamento ao viajar. Muitos governos – incluindo Reino Unido, EUA, Emirados Árabes Unidos e Tailândia – ainda desaconselham quaisquer viagens internacionais não essenciais, enquanto a pandemia estiver em andamento. Estão surgindo “bolhas de viagem”, ou seja, uma abertura parcial e seletiva de fronteiras entre países vizinhos, enquanto outras divisas ainda estão completamente fechadas.

 

A decisão de viajar depende unicamente de você. Você pode usar recursos de instituições como a OMS e o CDC para ajudá-lo a tomar sua decisão e tornar sua jornada o mais segura e confortável possível.

 

Descubra para onde você pode ir

 

Fazendo planos para quando puder sair de casa? Confira o nosso mapa global interativo e descubra quais fronteiras estão abertas. Aproveite e inscreva-se para receber atualizações por email assim que seus destinos de interesse reabrirem.

 

Quer ler mais?

 

 

Texto original: Florence Derrick
Tradução e adaptação: Constance Laux
Revisão: Jade Knorre

 

Fonte: Skyscanner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *